Fichamento: quando utilizar e como elaborar

Apresenta sobre como e quando se devem utilizar os fichamentos. Mostra como elaborar os fichamentos de forma adequada para cada tipo de documento ou trabalho a ser representado. Aborda de forma simples como confeccionar os textos em fichamentos.

Para prosseguir selecione por onde deseja começar:
Quando utilizar os fichamentos
Como elaborar fichamentos
Tipos de fichamentos: diferenças

Quando utilizar os fichamentos

O fichamento é uma prática de redação que ajuda organizar estudos e pesquisas de forma mais efetiva. Agrega em suas características o resumo do documento ou texto consultado, sua referência, sua localização física e metodologia de arquivamento para posterior recuperação de todas estas informações.

O fichamento é um meio de desenvolver as técnicas de redação como resumo e resenha dependendo de sua finalidade. Auxilia a treinar a elaboração de referências, redação científica (resumo e resenha), identificação de assuntos, pesquisa em centros de informação e bibliotecas e práticas de arquivamento.

Os fichamentos feitos em meio acadêmico e em sala de aula, não necessitam da metodologia para armazenamento, sendo assim não precisam conter o local da obra (a não ser que seja pedido) e o espaço para identificação da ficha.
As técnicas empregadas para o fichamento científico utilizado em meio acadêmico é muito semelhante à redação de resumos e resenhas científicas.

Já os fichamentos para fins de pesquisa e estudo levam mais em consideração identificar o assunto do que foi fichado logo no início da ficha, assim como seu código de armazenamento que pode ser numérico, alfabético ou alfanumérico e a localização física da obra original.

É importante na prática de fichamentos seguir os conselhos de Medeiros (2000) que diz:

"... a prática eficaz do fichamento assusta o estudante que depara pela primeira vez com a metodologia; a prática contínua, no entanto, poderá levá-lo a alterar ponto de vista e julgamento, fazendo-o perceber que o pequeno trabalho inicial reverte-se em ganho de tempo futuro, quando precisar escrever sobre determinado assunto. Não se recomenda, porém o armazenamento de assuntos pelos quais não se tem nenhum interesse." (MEDEIROS, 2000, p. 97)

O meio mais utilizado para armazenagem das fichas é em papel, porém existem programas que auxiliam na confecção e armazenagem eletrônica de fichamentos. Neste módulo não vamos focar no meio físico utilizado para a armazenagem do fichamento e sim nas suas técnicas e regras de elaboração.

Para diferenciar as regras de um fichamento científico e o utilizado para estudo e pesquisas veremos como elaborar a redação de cada um e como estruturar a apresentação e disposição das informações em um fichamento.

Anterior Próximo Voltar

Como elaborar resenhas

Elaboração do texto Estrutura do documento Etapas de elaboração de um fichamento: revisão

Elaboração do texto

A montagem e elaboração do texto de um fichamento dependerão do seu tipo. Para cada tipo de fichamento é necessário empregar diferentes regras devido a suas características.

O fichamento inicia com a escolha do seu tipo que pode ser: de transcrição ou citação, de resumo ou conteúdo e de comentário ou crítico.

Após escolher o tipo de fichamento deve-se inserir o assunto geral do fichamento e caso deseje o assunto mais específico também de forma que facilite o aprendizado e a localização posterior do livro ou documento.

Identificado o tipo de fichamento e os assuntos da ficha é inserida a referência bibliográfica. As regras para elaboração de referências se encontram na norma NBR/ABNT 6023 (2002). Basicamente os itens que compõem a referência bibliográfica são:

  • Autor
  • Título
  • Local da edição
  • Editora
  • Data e número de páginas

Para averiguar o modo correto em que estes elementos são dispostos na referencia e possíveis informações adicionais, deve ser consultada a norma NBR/ABNT 6023 (2002).

Para o fichamento de transcrição ou citação utilizam-se no início e no final do texto as aspas, pois o fichamento de transcrição é a passagem do texto original diretamente para a ficha.

Segundo Medeiros (2000) de três formas é realizado o fichamento de transcrição que são os seguintes:

  • Fichamento de transcrição sem cortes
  • Fichamento de transcrição com corte intermediário de algumas palavras (utiliza reticências “...” para indicar a omissão das palavras);
  • Fichamento de transcrição com corte de parágrafo intermediário (utiliza um traço contínuo, ou pontilhados para indicar a omissão dos parágrafos)

O fichamento de resumos ou conteúdo utiliza as mesmas regras para início de uma ficha: tipo, assunto geral, assunto específico e referência. Seu texto utiliza as mesmas regras e normas de um resumo que podem ser revisadas no módulo Resumo: quando utilizar e como elaborar.

O fichamento de comentário ou crítico utiliza as mesmas regras para início de uma ficha: tipo, assunto geral, assunto específico e referência. Seu texto utiliza as mesmas regras e normas de um resumo que podem ser revisadas no módulo Resenha: quando utilizar e como elaborar.

Terminado o texto do fichamento, caso a finalidade deste seja para estudo ou pesquisa utiliza a idenficação da ficha que pode ser alfabético, numérico ou alfanumérico, conforme facilitar a busca posterior pelas fichas.

Geralmente os fichamentos acadêmicos não necessitam da identificação de tipo, assunto geral e assunto específico. O tipo de fichamento mais utilizado em sala de aula é o de comentário ou crítico.

Anterior Próximo Voltar

Estrutura do documento

1.Modelo de estrutura para fichas de arquivamento pessoal (fichamento para estudos e pesquisas).

2.Modelo para trabalhos acadêmicos apresentados em sala de aula (fichamento científico ou acadêmico).

Anterior Próximo Voltar

Etapas de elaboração de um fichamento: revisão

Verifique no quadro a seguir os itens que fazem parte do fichamento de estudos e pesquisas ou do fichamento científico ou acadêmico.

Composição do texto Fichamento para estudos e pesquisas Fichamento científico ou acadêmico
Necessita identificar o assunto do texto no início da ficha.
Indicar a referência do texto.
Utiliza técnicas semelhantes a elaboração de resumos e resenha.
Possui código de armazenamento que pode ser numérico, alfabético ou alfanumérico.
Necessita de metodologia para arquivamento.
Próximo

Etapas de elaboração de um fichamento: revisão

Composição do texto Fichamento para estudos e pesquisas Fichamento científico ou acadêmico
Permite o aprofundamento de determinado assunto para fins diversos.
Não possui identificação da ficha.
Indicar o local onde se encontra o livro ou documento.
Utilizar cabeçalho institucional em sua estrutura.
Traz os dados de quem elaborou o fichamento.
Anterior

Tipos de fichamentos: diferenças

Avalie no quadro interativo o quanto sabe sobre os tipos de resenha. Para rever o conteúdo sobre os tipos de fichamento veja no módulo introdutório Resumo, Resenha e Fichamento: definição e diferenças

Itens que compõem o fichamento Transcrição ou citação (a) Resumo ou conteúdo(b) Comentário ou crítico(c)
1. Utiliza referências baseadas norma NBR/ABNT 6023.
2. Apresenta aspectos semelhantes ao do resumo.
3. Utiliza aspas do inicio ao fim do texto.
4. Analisa, com opinião de quem elaborou um livro ou documento.
5. Utiliza as mesmas recomendações para a composição dos textos de resumo.
Próximo

Tipos de fichamentos: diferenças

Itens que compõem o fichamento Transcrição ou citação (a) Resumo ou conteúdo(b) Comentário ou crítico(c)
6. tiliza as mesmas recomendações para a composição dos textos de resenha.
7. Transcreve o texto do livro ou documento igual ao lido para a ficha.
8. Pode ser feito através de três técnicas diferentes.
9. Auxilia no aprofundamento de temas e assuntos diversos.
10. Deve ser transcrito em uma ficha com regras de identificação.
Anterior

Exercícios de Fixação

Além dos exercícios aqui propostos realize também os exercícios dos módulos anteriores Resumo: quando utilizar e como elaborar e Resenha: quando utilizar e como elaborar para fixação dos conceitos e elaboração de todos tipos de texto científico.

Anterior Próximo
Capa

MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: A pratica de fichamentos, resumos, resenhas. 4.ed. São Paulo: Atlas, 2000. 237 p. ISBN 8522423563

Mostra detalhadamente como realizar três práticas de redação científica: fichamentos, resumos e resenhas.

Capa

WEG, Rosana Morais. Fichamento. São Paulo: Paulistana, 2006. 67 p. (Aprenda a fazer).

Pertence a coleção “Aprenda a fazer”, voltada para estudantes e pesquisadores. Mostra de forma simples e fácil como elaborar fichamentos para a pesquisa acadêmica. Na coleção também existem os exemplares sobre resumos e resenhas.

VIEIRA JUNIOR, A. Metodologia da pesquisa científica. Disponível em: http://www.avjensino.com/wp-content/.../03/fichamento%202009%20aula%206.doc. Acesso em: 3 jan. 2011.

Texto com um resumo rápido sobre fichamentos.

SIMÕES, Darcilia. A produção de textos acadêmicos. Disponível em:http://www.darciliasimoes.pro.br/textos/docs/textos12.pdf. Acesso em: 3 jan. 2011.

Mostra a importância do fichamento para a pesquisa e organização do estudo em elaboração de trabalhos acadêmicos como monografias, TCC, teses dissertações e etc.

Anterior Próximo

Bibliografia

MEDEIROS, João Bosco. Redação científica: A pratica de fichamentos, resumos, resenhas. 4.ED. São Paulo: Atlas, 2000. 237 p. ISBN 8522423563

SIMÕES, Darcilia. A produção de textos acadêmicos. Disponível em:http://www.darciliasimoes.pro.br/textos/docs/textos12.pdf. Acesso em: 3 jan. 2011.

WEG, Rosana Morais. Fichamento. São Paulo: Paulistana, 2006. 67 p. (Aprenda a fazer).

Créditos

Autor: Suellen Viriato Leite da Silva

Design gráfico: Auyme Sumihara;

Desenvolvedor Web: Gabriel de Oliveira

Colaboradores: Cespe/UnB (Maria da Conceição L. Afonso (Coord.); Aline Jacob; Thiago G. Eirão; Faura Andrade; Ana Goulart)

Termos de uso

É PERMITIDO:

Copiar, distribuir, exibir, traduzir, executar as obras e ainda criar obras derivadas.

SOB AS SEGUINTES CONDIÇÕES:

Deve-se dar crédito ao autor original, da forma especificada pelo autor ou licenciante;
Proibido utilizar esta obra com finalidades comerciais;
Para cada novo uso ou distribuição, devem-se deixar claras as licenças de uso desta obra.

Falas